As últimas de minhas amigas (e uma minha)

Oi pessoas!

Como fiquei um tempo sem postar, por motivos alheios as minhas vontades, resolvi contar para vocês, bem sintetizado, algumas últimas de minhas amigas. Salvo ledo engano, são pessoas sãs. Creio… Coitadas. Vamos descer o sarrafo e eleger a mais doida de todas.

A primeira concorrente é…

Neuzinha Corrêa

Quando casou, na primeira noite, o marido, José Corrêa, comprou chá, desses de pacotinho, de sachê, sabem? Pois bem. Ela viu aquilo e achou muito estranho. Mais ainda quando ele solicitou que ela fizesse um chazinho para curtirem juntos a estreia de Kirk Douglas, no filme Spartacus.

Na dúvida, ela rasgou o sache, jogou o conteúdo de todos os pacotinhos na água e fez o chá. “Amauri, ficou ruim pacas, mas eu tinha que elogiar. Era nossa lua de mel. Bebi tudo.”

“Coitado do Kirk”. Pensava a Neuzinha. “O Corrêa não está gostando do filme, está fazendo tanta careta…”

Irene Franco

Era o dia do bazar de roupas usadas no Centro Espírita. Muita movimentação, gente para todos os lados, atendimentos mil. A Irene, ao dar umas voltas pelo salão, para ver se tudo corria bem, encontrou uma menininha de uns 7 anos. Abaixou, para ficar na altura da criança e mandou essa:

– Oi coisa linda!!! Que menina mais fofa, gente! Como você chama meu anjo?

A menina, demonstrando espanto, deu dois passinhos para trás e, com cara de choro, retrucou:

– Mãe… Sou eu! A Thalia…

Imagem representativa das minhas amigas doidas

Desconhece-se o fato de até hoje a menina não ter freqüentado as aulas de evangelização infantil, lá no Centro. Dispensa os médiuns, tudo foi desvendado após esta postagem.

Prima da Irene Franco

Não posso revelar o nome. Não porque sou pudico. É porque eu não sei.

Chegou ao Banco Itaú, com a filha pequena. Parou na porta, abriu a bolsa e pegou um molho de chaves. Tentou abrir. Nenhuma chave deu certo. (Claro!).

A filha observava, atônita, a perturbante cena. A mãe jogou, entendiada, o molho dentro da bolsa e começou a procurar algo. A menina pensou: “Acho que agora ela vai pegar o cartão”. De longe ela se iludiu. A prima da Irene pegou outro molho de chaves e tentou, incansavelmente, fazer com que alguma delas abrisse a porta. A filha não agüenta.

– Mãe, nós estamos no Banco Itaú!!! Tem que abrir a porta passando o cartão!

– Nossa!!! Pensei que estávamos em casa…

Tenho conta no Itaú há anos, desde que ele é gente. Mas não me sinto assim, tão em casa.

Amauri Martineli (Eu mesmo)

Falaram que se eu não postasse isso, nunca mais iriam entrar aqui no “Voluntários do Exílio”. Disseram que sou parcial e omito alguns de meus fiascos. Para provar que não sou. Lá vai. (Não estou acreditando que estou postando isso).

Fui mestre de cerimônia de um evento no Teatro Municipal. Eram várias apresentações das oficinas livres da Fundação Cultural. A primeira era da Banda Sinfônica. O maestro me confidenciou, no camarim, que um pai foi levar os gêmeos e, no ensaio, gostou tanto que pediu para tocar junto com seus filhos, músicos e alunos do projeto. Aquilo me comoveu e ao maestro também. Perguntei o nome do pai. Pensei em fazer uma surpresa para ele. “Gilberto”.

Além do cerimonial, também estava fazendo a cobertura fotográfica do evento. Anunciava a apresentação e corria para frente da boca de cena para registrar tudo. Bati muitas e muitas fotos do Sr. Gilberto, vários ângulos. Verticais, horizontais, recortes diferentes. As mãos, os dedos no saxofone. O rosto sorridente e radiante. Os olhos brilhavam de satisfação. Tudo foi registrado pelas lentes imaculadas deste que vos digita. “Vou revelar e dar de presente para ele. É um momento importante para sua vida”. Pensei.

Antes da última música fui ao microfone e disse:

Não sorria, Sr. Gilberto, o senhor não está sendo fotografado.

– Muito bem, senhores pais. Mais uma vez agradecemos a confiança que vocês depositam em nós, no que concerne a educação musical de seus filhos…

E etc, e etc… Falei então da história do Sr. Gilberto e pedi para que o mesmo se levantasse para que a plateia pudesse aplaudi-lo. Apontei para o homem e ele não se moveu. Do outro lado se levanta um cara e o público o aplaude com entusiasmo. Tirei fotos do Gilberto errado. Não bati nenhum retrato do verdadeiro Gilberto.

Tenho uma certa habilidade para atrair esses tipos de coisas para mim. Em frente minha casa tem um tiozinho que o pessoal chama de “Seu Manoel Benzedor”. Já volto.

Anúncios

Sobre Amauri Martineli

Acho que vou escrever sobre mim depois...
Esse post foi publicado em Aconteceu. Bookmark o link permanente.

11 respostas para As últimas de minhas amigas (e uma minha)

  1. Cacilda disse:

    Todas as histórias são hilárias, mas a sua meu irmão ganhou de todas, ”cai da cadeira”!!!
    Acho que vc tem uma ótima para contar aos seus leitores, que tal aquela da vacina heim? heheheheh, eles irão adorar. Bjs

  2. carolayfus disse:

    Bom.. vc não vai poder revelar as fotos e dar pro sujeito… mas nem foi um mico tãããão publico assim!! “Ninguem” sabia que vc estava fotografando o ‘Gilberto’, ou sabia?
    E na verdade eu acho que vc já passou por ‘micos’ beeeeeeeem piores que esse… só não quer contar pra rtodo mundo!

  3. Silvana Porto disse:

    A tua é, de longe, a mais hilária. Acho que vou lançar uma sementinha num certo veículo, pra ver essa árvore de historietas frutificar mais ainda, para que mais pessoas possam desses frutos usufruir.

  4. Nayara disse:

    Amauriiiiii… minha mãe Neuzinha ja fez outras piores… mas isso tudo só aumenta o charme dela!!! Agora essa da Tia Irene… sempre que eu lembro dou muitas risadas!!! 🙂

    • Kakakaka, Naná! Todas as vezes que eu a encontro, peço pra repetir a história que é ótima, como ela. A Neuzinha? Amo de paixão, meu Deus, como eu a amo. Você também, sua chata que fica longe da gente toda vida… Beijo de mar.

  5. Ariadne Michelle disse:

    KKK, MEU AMIGO, VC ESTÁ CADA VEZ PIOR HEINNN… COITADO DO SR GILBERTO, SERÁ QUE NAQUELE ESPERADO BOOK SAIRÁ ALGUMA FOTO MINHA??!!!!
    BJO

  6. Taisla Guimarães disse:

    Humm!!!
    Adoroooo…
    kkkkkkkkkkkkkk

  7. Ansuz disse:

    Cacetada! lol mas eu ri TANTO da sua e da mulher que não sabe fazer chá xD
    Boa sorte pro marido dela *ôcoitado.jpg* x)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s