A freira e o telefone

Tem coisas que só acontece comigo.

Convidei um colégio para assistir a um espetáculo teatral. Várias turmas foram com os professores. Em torno de uns 150 alunos.

Resolvi ligar, no mesmo dia, para obter um feedback da supervisora. Era uma irmã, uma freira. O colégio era católico.

Liguei uma vez. Demoraram em atender. E quando atenderam:

– Oi!

E desligaram na minha cara.

“Oi!”. Não se atende ao telefone assim, pelo menos não em uma escola séria e conservadora. Já fiquei até com raiva e nem quis ligar novamente.

Tentei outra vez. A fórmula se repetiu. Eu já estava desistindo.

Na terceira tentativa, uma pessoa atendeu. Ouvia-se burburinhos. Achei normal, pois, deveria ser o horário do intervalo. Ouvia também outros sons, que explico daqui a pouco.

– Oi!

“Oi!” – Quem é que fala “Oi” ao atender o telefone, minha gente?

– ALÔ, por favor, quero falar com a irmã fulana.

– Irmã fulana? Ah… Espera.

Demora. Demora. Demora. Até que veio a irmã atender. Estava ofegante e com a voz trôpega.

– Alô!

– Alô, irmã, é o Amauri. Tudo bem? Estou ligando para saber se os alunos e a senhora gostaram do espetáculo.

 – Ah! Sim. Foi tudo muito bom. Todos gostaram e tivemos um retorno positivo, principalmente a parte que fala do bullying.

– Que bom, irmã. Fico feliz e…

Nesse momento ela me interrompeu.

– Amauri, meu filho, tenho uma pergunta. Porque você ligou aqui no ORELHÃO?

Fiquei azul do outro lado da linha. “Orelhão”? Eu não acreditava que tinha ligado para um orelhão. Os outros barulhos que eu ouvia eram de carros passando e buzinando.

Coitada da irmã. Teve que descer as escadarias, passar por uma multidão, super curiosa para saber quem estava querendo falar com ela… Em um orelhão…

Ela não falou, mas, posso afirmar que pensou:

– O feedback do espetáculo foi positivo… Agora, você ligando para eu atendê-lo em um orelhão é extremamente deselegante e negativo. É o fim-da-picada hein rapá!?

E sairia retrucando em voz baixa até chegar ao colégio:

– Vai catar coquinho… Quanta falta de compostura e decoro… Aff…

Anúncios

Sobre Amauri Martineli

Acho que vou escrever sobre mim depois...
Esse post foi publicado em Aconteceu. Bookmark o link permanente.

4 respostas para A freira e o telefone

  1. Jéssica disse:

    Hilário!! Só vc msm pra dar um bola fora desses k k k k k k

  2. Marcin disse:

    LOL

    coitada da irmã… xingou muito no twitter…

  3. Leca disse:

    como ehki vc conseguiu achar o numero do orelhao da frente? Impressionante, se quisesse nao teria cosneguido kkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s