Recados aos mortos

Quando alguém morre, amigo ou parente, agora com a era digital, recebe recados no Orkut, frases no MSN, Facebook e o escambal. (Até nos jornais ou revistas recebem também um alô).

A pessoa nem tinha internet em casa, nunca acessou um site e de repente, o amigo ou parente manda um recado pra ele. Tenso. Mesmo se a pessoa fosse rato de computador, a última no mundo que iria ler seria ela.

"Ué! Que que é wordpress, comadres?"

A bem da verdade, esses recadinhos não são para os mortos, são para os VIVOS lerem e dizerem:

Nossa!!!

Não é porque a pessoa morreu que, de uma hora pra outra, mudou seu jeito de ser. Até onde se sabe um espírito nada mais é do que uma alma que um dia animou um corpo físico.

Se a pessoa nunca se interessou pela internet, não vai ser depois de morta que vai, de algum lugar, acessar e ler os recados mandados pra ela. Ora, faça o favor!!!

Mentalize seu amigo, amiga ou parente e mande-lhe o recado. Com certeza vai recebê-lo.

Os vivos não precisam saber que você fez isso.

Anúncios

Sobre Amauri Martineli

Acho que vou escrever sobre mim depois...
Esse post foi publicado em Opinião. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Recados aos mortos

  1. Leca disse:

    concordo com vc sabe, uma amiga minha faleceu ano passado, ela tinha orkut, msn, e tudo que uma adolescente tem, o orkut dela lotou-se de recados, as pessoas viviam deixando recados pra ela como se ela fosse ler…
    Enfim, eu demorei mais de 5 meses pra ter coragem de olhar no orkut dela, pq me doia demais, mas hoje intendo os recados, eh como se fosse um desabafo, as coisas mudam, os tempos sao outros e é assim que as pessoas acham essa forma de expressar alguma coisa, é estranho mas eh cada vez mais comum

  2. Dependendo o pensamento e não a forma como foi deixado o recado, com certeza a pessoa receberá de um jeito ou de outro, muitas vezes encaminhado pelos benfeitores espirituais.
    O que se situa neste post é aquela forma exacerbada, onde fica claro que tudo não passa de um embuste, para impressionar os vivos. Uma forma, diria, até burlesca de ocultar sentimentos afetados, desrespeitando e atrapalhando a difícil (para alguns) transição do plano material para o espiritual.

    “A forma não é nada, o pensamento, é tudo!”

  3. Pior que já vi muito disso! Um certo conhecido faleceu ano passado, e só o que se via em sua página do Orkut, eram recados de luto! Infelizmente tive que rir de tanta ignorância por parte dos orkuteiros.
    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s